Document Type

Article

Publication Date

2003

Publication Title

Revista EPA: Estudos Portugueses e Africanos

Volume

41

First Page

15

Last Page

26

Abstract

A dificuldade que, á primeira vista, tem o leitor em assumir como poetas um cantor e um dromedário pode amenizar-se admitindo que, com a idéa da morte de Deus, recuperada de uma filosfia nietzschiana de fins de século XIX, ou com a hipótese de que "A Arte Morreu", segundo Cometti foi categórico, o Homem passa a ser assumido como sujeito transfigurado em estética. Em sintese, a Arte dilui-se em realidade e vice-versa, tâo semelhante á afirmaçâ de Almada Negreiros en inicio do século XX: "A Realidade somos nós. Nem mais nem menos".

Share

COinS