Document Type

Article

Publication Date

2017

Publication Title

Convergência Lusíada

Volume

37

Abstract

Resumo

A literatura contemporânea tem cada vez mais retratado o fenômeno da globalização, que abrange desde questões de foro econômico, consequência do neoliberalismo, a outras temáticas como o apagamento das fronteiras geográficas, ou o desenraizamento devido à emigração. Outra tendência que tem surgido nas letras do mundo falante de português é a do hibridismo cultural. Autores como Hugo Gonçalves, Inês Pedrosa, José Francisco Viegas e Luiz Ruffato situam sua trama e/ou personagens estrangeiros no universo brasileiro ou português, de modo a problematizar as identidades nacionais em nossos tempos de mobilidade global. Propõe-se discutir a questão da hospitalidade, tal como aparece em Derrida, de maneira a levantar questões da atual relação cultural e linguística entre Portugal e o Brasil.

Abstract

More and more the contemporary literature has been portraying the phenomenon of globalization. It encompasses issues of economy, as a result of the neoliberalism, and other aspects such as the blur of geographic frontiers or the issue of identity and nationality due to migration. There is also a growing tendency in the literature of the Portuguese-speaking world, which is cultural hybridism. Authors such as Hugo Gonçalves, Inês Pedrosa, José Francisco Viegas, and Luiz ruffato set their narrative and/or foreign characters in Brazil or Portugal. They present the dynamics of national identities in our present time of global mobility. We aim at discussing the idea of hospitality as Derrida presents it, so that we may explore the current issues of Portuguese and Brazilian culture and language.

Share

COinS